faq ask 1k dash insta
Cause I see love die way too many times.
///
next page »
THEME BY INCONCERTAVEL
"Se seus olhos falassem, o que diriam?"
A menina que roubava livros.    (via romanteios)
"Não existe essa de “você não faz o meu tipo”. Eu sei que você ama loiros, mas conhece um moreno lindo. Ama olhos azuis, mas quando olha para aqueles outros olhos pretos, fica boba. Você sonha em casar com um ruivo, mas vai aparecer um garoto com o cabelo azul que vai mexer com você. Você é caidinha por caras altos, mas existe aquele cara que te faz bem e é do mesmo tamanho que você. Você gosta de garotos românticos, mas você já se apaixonou muitas vezes por aquele garoto errado e galinha."
Autor Desconhecido.  (via romanteios)
usar wifi do vizinho não é roubar a partir do momento que o sinal entra na minha casa invadindo minha propriedade privada
"Não espere muito das pessoas, elas tendem a decepcionar."
Meu nome é saudade.   (via capacitaria)
"A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez."
Friedrich Nietzsche.  (via esclarecer)
"As melhores coisas da vida acontecem quando você não espera por elas. ."
Carpinejando.   (via esclarecer)
"Escrevi “felicidade” no celular e salvei como rascunho."
Thiago Guedes.   (via esclarecer)
"Arrumei a cadeira onde sento, endireitei a coluna e agora tenho uma postura saudável. Meus olhos estão ardidos e causariam espanto se mais alguém além de mim pudesse vê-los. Passei a noite em claro e decidi lhe escrever. Estou me dando conta, nesse exato momento, de que sempre escrevi sobre você, mas nunca para você. E não estou dizendo que isso é uma reclamação sua, apesar de ser. O que acontece, afinal, é que não posso. Quando me ponho determinada a pensar em ti, e sobre ti escrevo, as coisas fluem. Porque você em sua natureza, é natural. As palavras dançam e me deixam escolhe-las. Os sentidos não se trocam e eu sempre sei exatamente o que dizer. Mas para você não há condições. Eu me embaralho, me perco, e acabo por me esconder diante de toda minha vergonha. Não me entenda mal, eu não tenho vergonha de você. O que me encabula muito, na verdade, é teu olhar me queimando. Teu riso contido e tuas bochechas coradas ao ler o que sinto. Porque eu tenho dificuldades em falar, mas quando escrevo posso fazer soar como quero. Eu não consigo simplesmente passar pra cabeça tudo aquilo o que tenho no coração. Não caberia, e não cabe a você ler. Porque escrever é muito fácil, mas o meu desejo é o de te fazer ver. Agora peço desculpas porque tenho sono. Não consigo lembrar o que disse na primeira linha desse texto, e nem mesmo lembrarei o que direi na última. Minhas pálpebras pesam agora. Talvez outro dia, querido. Talvez outro dia."
Casebre.    (via distanciava)
"Faz silêncio menina. Sua felicidade anda precisando de paz."
De volta aos quinze.  (via distanciava)
"Se você quiser o mundo, eu te ofereço o meu."
Simple Plan. (via capacitaria)